quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

2º Aniversário

Quando não se tem nada para publicar arranja-se algo para 'encher chouriço'. 
É o que a televisão hoje em dia está sempre a fazer, certo? Então vou fazer o mesmo.


O blog hoje faz 2 anos. IUUU WHOOOO! Palminhas!
Não estou em mim de tanta felicidade. É um dia tão alegre que até já fui chorar ali para um cantinho.

Apesar de não publicar muito durante os últimos meses, espero que venham mais dois anos neste blog. E mais dois...e mais dois...e mais dois....

Agora com licença que eu vou apagar a vela.

*Fim do enchimento de chouriço*

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Uma animação para a Polónia

Há um mês atrás fui animar em stopmotion para a Sardinha em Lata, que estava a produzir a animação para uns anúncios de uma cadeia de supermercados na Polónia - Biedronka, que faz parte do grupo Jerónimo Martins.

Partilho aqui os vídeos com vocês.







Só alguns planos é que foram animados por mim, como o polvo cortado, as bandeiras a ondular, a embalagem de bacalhau e a de filetes, os pastéis de bacalhau, etc...

Nunca tinha animado comida. Foi uma experiência engraçada. Afinal, não é todos os dias que podemos animar em stopmotion. E trabalhar com pessoas que sabem o que estão a fazer.




segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Já tenho um CV e um Behance

Uhhhh! Mas que chique que eu estou. Decidi ceder à tentação e criei um currículo (ou "Curriculum Vitae" para os finos). 


Felizmente, nunca tive necessidade de criar um, por isso este é o primeiro. Decidi ir por um caminho mais criativo e limpo, em vez da habitual folha branca chata com uma data de informação sobre mim. Afinal, esta é uma área visual, logo o CV tem de ter uma imagem mais cuidada que os CVs regulares.
Fui o mais simples possível, reduzindo a informação ao que realmente interessa, sem informações extra desnecessárias. E embora não seja designer, tive cuidado com alinhamentos, fontes, etc.

E ainda para mais, consegui arranjar energias suficientes para erguer uma majestosa conta no Behance. Ora checkem lá aqui.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

À Porta da História

No final do ano passado foi-me proposto participar na produção de uma série de documentários para a RTP Internacional. Nesta aventura juntou-se a mim a minha colega Ana Cardoso. Juntos, tivemos a nosso cargo toda a criação gráfica da série e também a criação de pequenos excertos animados durante os episódios. 


Em cada episódio da série, é apresentada uma personagem que contribuiu para a história de Portugal, mas que raramente o público conhece. São personagens que, portanto, ficaram À Porta da História.

Animar foi fácil. O mais difícil foi criar o grafismo, já que essa é uma área que não estamos tão habituados. Um dos maiores desafios foi criar o logótipo para a série. Tinha de ser algo simples e fácil de ler. Optámos por usar um efeito como o DYMO tape (acho que é este o nome), que se usava bastante antigamente.



Como muito do material de arquivo que nos chegava às mãos era, na sua maioria, jornais, decidimos usar os jornais como base para o genérico inicial e final. Daí os genéricos serem criados com a base do jornal e a DYMO tape



Tentámos em cada episódio ter um estilo diferente que se enquadrasse à personagem tratada. 






Podem assistir aos três primeiros episódios na RTP Play:

Para quem tiver a RTP Internacional e tenha interesse, podem acompanhar a série aos Domingos.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Biztroo

Parece que foi ontem, mas não foi. Fiz esta animação o ano passado para a empresa Globness Solutions. Lembrei-me que ainda não a tinha partilhado aqui no blog.



Biztroo from Pipe Fonseca on Vimeo.

A técnica que usei foi animação 2D sobre cenários reais feitos em cartão.
Primeiro construí os cenários todos em cartão, fotografei-os e gravei-os (porque eles também têm movimento).

Comecei com a fábrica de sapatos.



Arranjei uma maneira de colocar umas "alavancas" na parte de trás com que fosse possível movimentar as máquinas. Acabei por pintar alguns elementos para dar cor ao cenário.


Depois construí o escritório que estava no mesmo sítio que a fábrica.


Passei então para o palco do casting e para a plateia.






E por fim, o último cenário. As nuvens estavam penduradas por fios.


Com isto terminado, fui filmar os cenários. Os cenários da fábrica e da cidade foram iluminados apenas com a luz do sol. Queria que fosse apenas essa a fonte de luz. Para o palco usei lanternas para os iluminar.




Depois disto tudo desenhei as personagens por cima no computador. 






Quando já as tinha criado, passei para a animação. Aqui tive a ajuda da minha colega Ana Cardoso, que me ajudou a pintar as personagens. Para a animação e pintura usámos o programa Toon Boom.


Gostei de trabalhar nesta animação, deu-me bastante gozo. Porém, está muito longa e não é esclarecedora. Gostaria de mudar algumas coisas e retirar outras para ser mais simples e perceptível. É difícil perceber que o assunto trata-se de uma aplicação online para empresas.

Podem visitar o website do Biztroo aqui.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Um videoclip

Vejam este videoclip em que eu participei.


Esta é a Catarina Pinho, cantora, que vai lançar agora o seu primeiro disco DA RAÍZ DO CORAÇÃO. Este é um dos seus singles - "Bairro do 7". 
A Catarina pediu-me para editar o videoclip. O trabalho que fiz foi pegar nos vídeos já gravados e tratá-los e montá-los.

Podem seguir o trabalho da Catarina através do Music In My Soul.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Actividades criminosas no Parque dos Poetas

Parece que ontem (Domingo) foi o eclipse da lua. Como tal, eu e a minha namorada decidimos assistir ao fenómeno que os cientistas afirmam que só se repetirá daqui a não-sei-quantos anos mas que na verdade está sempre a acontecer (é verdade, todos os anos há um eclipse de alguma coisa).

Há um mês ou dois atrás houve um dia em que se avistaria um maior número de estrelas cadentes. Nesse dia, eu e a minha namorada fomos para o Parque dos Poetas ver tal fenómeno deitados na relva. Resultado: não vi estrela nenhuma e ficámos fechados no parque à noite. Tivemos de saltar o muro para irmos embora e ainda por cima perdi a telenovela e rasguei as calças (brincadeirinha, eu não vejo novelas).

Ontem, dia do eclipse, atrevemo-nos a lá voltar. Fomos desenhar para o Parque dos Poetas. Estou um pouco enferrujado, mas ainda fiz uns desenhos engraçados.








Tenho também de partilhar este desenho. Não é meu, é da minha namorada. Ela fez-me um retrato em que eu estou um gato (por isso é que tenho de partilhar). Está brutal! Digam lá que não está.


No fim não vimos o eclipse no parque porque já estava fechado. Vou pedir o livro de reclamações à gerência.